Ambiente na comunidade

Top Panel
Segunda, 20 Novembro 2017
A+ R A-
  • Última Atualização: Terça, 14 Janeiro 2014 10:26
  • Acessos: 4027

 

História da Escola

A escola esteve provisoriamente instalada em pavilhões de madeira que foram colocados no local para servirem de abrigo à escola preparatória, a qual começou a funcionar nos finais dos anos 70. Esta escola, em início dos anos oitenta, passou a incluir turmas do 7º, 8º e 9ºanos.

No final do ano letivo de 1983/84, a Escola Preparatória de Santo António dos Cavaleiros mudou para as suas atuais e definitivas instalações. Entretanto, foi criada a Escola Secundária de Santo António dos Cavaleiros, que começou a funcionar no ano letivo de 1984/85 e foi instalada nos pavilhões deixados vagos pela Escola Preparatória.

Esta situação, considerada transitória, viria a permanecer até ao ano letivo de 1994/95, ano em que começou a ser transferida para novas e definitivas instalações. Inicialmente, a escola funcionou apenas com os três anos do curso unificado do ensino secundário (7º, 8º e 9º anos). No ano de 1986/87, devido à iniciativa e pressão da Associação de Pais e Encarregados de Educação, começou a lecionar o 10º ano, tendo o curso complementar sido estendido à sua totalidade nos anos sequentes. O número de alunos oscilou entre os 900 e os 1200, situação que manteve-se até finais dos anos 80, mas, nos anos sequentes, deu-se um alargamento, quer do número de alunos quer do número de professores. As instalações foram, durante todo este período considerado provisório, um dos principais problemas sentidos pela comunidade escolar. Exíguas e progressivamente degradadas, foram criando obstáculos cada vez maiores a uma vida escolar de qualidade, propícia a um trabalho eficaz. Só o esforço desenvolvido por todos permitiu que as dificuldades crescentes pudessem ser de certo modo aliviadas, embora, em certos aspetos, tenha sido deficiente a qualidade da educação propiciada à populaçãodiscente. Refira-se, por exemplo, a ausência total de educação física, ou a sua fraca qualidade no único ano em que ela funcionou na escola como disciplina.

 

Instalações novas e definitivas

No ano letivo de 1993/94, a escola começou a funcionar, em parte, nas novas e definitivas instalações. O novo edifício, no que respeita aos blocos administrativo, de aulas e refeitório, foi concluído e totalmente ocupado no ano letivo de 1995/96 e, só no ano letivo de 1999/2000, se iniciou a utilização do pavilhão gimnodesportivo.

  

 

A partir do ano letivo de 2000/2001 a escola adotou um patrono passando a designar-se de Escola Secundária c/ 3º Ciclo José Cardoso Pires, por Despacho superior.

A escola começou a funcionar oficialmente quando uma comissão instaladora foi nomeada por despacho ministerial de Julho de 1984. Esta comissão instaladora geriu a escola de 1984 a 1986. A partir de então, a escola tem sido sempre gerida por órgãos eleitos, à exceção do ano letivo 2010-2011, em que teve uma Comissão Administrativa Provisória, designada pela DRELVT, a fim de agregar a Escola Secundária/3 José Cardoso Pires com o Agrupamento de Escolas General Humberto Delgado. Ao longo da sua existência, a escola tem procurado uma relação integrada com a com unidade, embora a circunstância de esta ser ela própria bastante recente e pouco estruturada, façam com que este seja um dos campos para onde se devem orientar os seus objetivos e ação num futuro próximo.

Memórias da Escola Secundária José Cardoso Pires (1989 a 2009):
[1ª Parte] Memórias da ESJCP (1989-2009 - 20 Anos)
[2ª Parte] Memórias da ESJCP (1989-2009 - 20 Anos)
[3ª Parte] Memórias da ESJCP (1989-2009 - 20 Anos)